segunda-feira, 1 de abril de 2013

Diário de Bordo - Teneré 250


Iniciando mais um Diário de Bordo, visando esclarecer aos que tenham dúvidas sobre essa moto e queiram saber um pouco mais sobre mecanica, consumo, pontos bons e ruins sobre a teneré250cc!!! dúvidas/sugestões/críticas nos comentarios.

Vamu lá:

- Aquisição: Março/2013
- Condição: Nova 0km
- Cor: Azul
- Acessórios: Bagageiro marca Scam (até o momento)


>>> A moto foi me entregue na concessionária Amazon em castanhal; com tanque cheio e plaqueada; de imediato notei alguns riscos na bolha e discretos arranhões na carenagem azul do tanque, chamei a atenção do serviço de entrega, justificaram que foi do transporte como não era lá muita coisa deixei pra lá.
Já sabia da fama dos plásticos das motos yamaha, portanto minha 1ª providencia foi colocar um adesivo transparente nas laterais e acima do tanque; bem como adesivar as bengalas, protetor do escape, tampas do motor, adesivos da balança etc...

Minha primeira vinda a Belém (70 km de castanhal), vinha pensando como ela se comportaria no transito, no corredor, acabei que nem percebi quando  entrei no transito e nem me dei conta que estava fazendo as mesmas coisas que fazia com a tornado, arrancando, retomando e contornando carros etc... achei que a carenagem ia atrapalhar e nem me dei conta q era só coisa da minha cabeça. ela esterça muuuuito e dá pra contornar, virar, fazer tudo que uma titan, biz faz...

>>> Amaciamento: rodei na manhola nos 5000 rpms como preconizado no manual subindo a rpm conforme  o avanço da km da moto.

>>> 1ªs impressões:
Motor: barulhento comparado a tornado, de 05 marchas ele arranca bem e tem bastante força na 5ª marcha, em ultrapassagens esse torque ajuda bastante. acho as marchas curtas comparadas a tornado, vibração em alguns momentos e faixas de giro, entretanto o giro sobe rápido dando boas respostas, isso é muito bom no corredor de transito.
Suspensões: A moto é macia, as suspensões não devem nada pra Tornado tanto no On como no Off road. não mergulha muito a dianteira comparada a lander, mas a traseira abaixa bastante quando leva garupa, acho que um ajuste na mola resolve isso.
Banco: o banco é mais largo (02 níveis), e pra falar a verdade depois de meia hora sentado vc quer mudar a posição pois a espuma também é dura. comparando com a tornado é bem melhor.
Iluminação: A grata surpresa veio na minha primeira saída a noite: Os faróis duplo iluminam muuuuito, mesmo só a luz baixa; foi um tapa na cara de quem tava acostumado a andar com o minguado farol da tornado. entretanto a gente não nota muita diferença quando se aciona a luz alta.
Autonomia: O tanque da tézinha tem se mostrado um ás na manga; quando tinha a tornado abastecia de 02 em dois dias; agora encho o tanque na segunda e vou reabastecer na quinta. ela roda 400 km tranquilo, tow rodando mais de 300 kms só na autonomia, o consumo dela tah variando de 29-30 km/l conforme a tocada, como ando a 90-100km/h ela tem se mostrado bem economica.
Freios: aqui o buraco é mais embaixo, comparando com a tornado, nesse quesito a tézinha peca feio; acredito que como as pastilhas são novas, o disco também dei um desconto, mas deixa a desejar...começei a frear mais com o traseiro pq o dianteiro não me dava segurança, agora já estou freando mais com o dianteiro e parece que está melhorando.
Painel: basicamente com as mesmas funções que o da tornado tinha, porém do lado direito tem o conta-giros e nos trips na tornado havia trip1, trip2 e um trip regressivo; na tézinha tem trip1, trip1 e Fuel Trip, assim q acaba a gasolina da autonomia e passa a consumir gasolina da reserva, o f-trip aparece no painel indicando quantos kms vc já andando na reserva, achei legal isso.

>>> Revisão dos MIL KMS: fiz na cc yamaha Amazon em castanhal, e como de praxe sabia que iam apenas trocar óleo e filtro, e passaram graxa branca na corrente, o que me deixou puto, pq não uso graxa só óleo na corrente; e ainda veio com a corrente desregulada, que regulei em casa com as ferramentas do estojo. cc é f***!
>>> Reforço de rabeta: estou com uma viagem programada pra esse fim de mes e já sabia que tem que colocar o tal do reforço de rabeta que é uma peça de metal que vai da pedaleira do garupa até a fixação do bagageiro, com a intenção de evitar rachadura da rabeta pelo excesso de peso na mesma, geralmente quando se usa baús.  achei isso um chute no saco, vc compra um produto novo e tem que ficar fazendo adaptações pq a fábrica que tem conhecimento dessa falha de projeto (desde a lander) não faz uma rabeta mais reforçada, mesmo sabendo que esse tipo de moto vai ser usada baú e 90% de quem compra vai viajar nela... uma puta sacanagem...e ga$$$tos com a compra/confecçao desse reforço.

>>>24/04/2013>>>4.500 kms: revisão de 5mil kms, feita na amazon, foi efetuada a troca de óleo somente e lubrificação.


>>>>02/05/2013 >>>>8542kms: Hoje fiz uma troca de óleo extra pois, deveria ser feita somente na revisão de 10.000kms, mas como estou em viagem e andei utilizando o motor direto, pilotando horas a fio... resolvi trocar aqui em Fortaleza/Ce na Crasa Motos cc yamaha, onde fui bem atendido e em menos de 1/2 hora foi efetuada a troca.

>>>03/05/2013>>>: Coloquei um slider na tenere250, é uma peça composta de 02 partes, uma parte metalica que é afixado a frente do escape e os roletes que tem a função estética e funcional de proteger a carenagem em caso de queda.

fts do slider:




10/05/2013 >>> 10400 kms: verifiquei o pneu traseiro e já chegou no tal indicador de troca, agora é comprar um pirelli scorpion 120 80 18 ou comprar outras modelos.

05/05/2013 - 11776 kms: Rodando há mais de um mes com pneu já passando do indicador de troca, resolvo trocar o Pneu Traseiro, usarei o Levorin Duna (r$ 185,00) e aproveitarei pra trocar as pastilhas do freio traseiro que já estão passando da hora de trocar. Olhem vou te contar os aros tinham alguns pontos de ferrugem, acho que irei para aros de aluminio, além dos pontos de ferrugem numa moto com apenas 03 meses de uso, as rodas estão um pouco empenadas, farei esse desempeno em outro momento - saudades dos aros da Tornado :(.


20.000 kms - Foi feita Troca de oleo e filtro cc yamaha amazon castanhal.
bem antes dessa km acho q com uns 17 mil a moto vivia morrendo no sinal, qdo pegava chuva e outras situações em que tinha q deixar ela na lenta, achava que era regulagem da lenta etc...mas era outra situação  -Valvulas desreguladas!!! lembrando que se vc não quizer ter aborrecimentos leve somente a um bom mecanico e que tenha calibrador de laminas pq as folgas de admissão e escape são diferentes então olhômetro nem pensar!!!

1ª Regulagem CC Amazon Castanhal: foi feita a regulagem e troca do óleo como podem ver nas fotos; menos de 02 dias a moto voltou a apresentar falhas na partida a frio e um Tuc Tuc qdo em lenta.

 2ª Regulagem feita num mecanico numa oficina em Ananindeua, por indicação do Diogo Castro e do Pastana, a moto melhorou bastante mas continuou com os mesmo sintomas e agravou a partida a frio pois além de só pegar com meio acelerador qdo se acelerava a moto morria.
3ª Regulagem feita Sábado 21/9 em uma oficina em castanhal, hj cedo dei partida e foi normal veremos se ficou boa ou não.

Considerações:
- O serviço nas autorizadas é uma bela de uma porcaria, e nem lá usam o regulador de valvulas de lâminas!!! é tudo feito no olhõmetro!!!
- As duas primeiras regulagens foram feitas com o motor da moto quente ou morno!!! ou seja não precisa ser físico para saber q um metal qdo se está aquecido o mesmo se dilata ou seja qdo esfriava as valvulas ficavam presas!!! a 3ª regulagem foi feita com motor frio, cheguei na oficina do meu amigo e como já havíamos desconfiado deixamos a moto esfriar o motor e ainda deixamos um ventilador jogando vento no motor!!! foi feita a regulagem tb no olhõmetro, mas pelo q senti hj a moto está bem melhor do que nas ultimas 02 regulagens, verei agora se ela não vai desregular tão rápido!!!


14/10/2013 - 23.000 kms: Feito uma revisão (20 mil) em um mecanico conhecido meu, pois depois dos aborrecimentos não levarei mais ela na CC, foi feito lubrificação geral (tava precisando) e troca da pastilha do freio Traseiro (segunda pastilha após a original). cabos, rolamentos e pro link estavam necessitados de graxa!!! pois fizeram um serviço meia boca na revisão de 10 mil!
< Será atualizado periodicamente>

05/11/2013 - 25100 kms: Troca do Pinhão Vaz (2º) por um outro Vaz (3º Pinhão) no kit transmissão Original :)

09/05/2014 - A relação original foi trocada com 35209 kms, por uma relação VAZ adquirida na Marquinho Motos (loja web) por 150 dinheiros, esse kit veio com coroa, pinhão, corrente retentorizada e com duas emendas uma de rebitar e outra de clip, mandei rebitar e a emenda de clip uso como salva-corrente em caso de quebra da mesma eu apenas emendo :).
Atualmente a tenerezinha está com quase 40 mil rodados e é apenas troca de óleo e filtro e lubrifico ocasionalmente o cabo da embreagem quando sinto ele duro.
Outro dia peguei uma fechada de um carro e vim a tombar a moto, ocasionando uma trinca na carenagen esquerda e um pequeno dano no pisca esquerdo também que resolvi com fita isolante.
Resolvi retirar o slider da tenere, pq ele mesmo sendo entortado continuava pegando o paralamas dianteiro em freadas mais bruscas e danificou o segundo paralama, isso me chateou bastante e resolvi tira-lo. E ainda irei pedir outro paralama (3º).


04/09/2014 - Revisão geral na motoca que agora está com 48500 kms já é quase uma senhora; nesta revisão foram trocados:
- Kit transmissão: Coroa, corrente e pinhão VAZ, lembrando que meu primeiro kit que coloquei durou quase 16 mil kms a corrente e coroa, pinhoes foram 03 dois VAZ e 01 da marca Duque. o verdadeiro teste feito pelo usuário e atestou que o kit vaz é bom, não tem a durabilidade do original mas pelo preço compensou.
- Pastilha de Freio Dianteiro: substituição da original, isso mesmo a pastilha original durou quase 50 mil kms, acho que devido a meu costume de usar mais o freio traseiro.
- Cabos de controle: Embreagem e Acelerador, substituidos! sendo que o acelerador foi colocado o da lander, que necessitou de um pequeno ajuste feito pelo mecanico, pois segundo ele é mais curto que o da tenere.
- Motor: Continua redondinho, uma valvula estava presa e a outra com folga acima da especificação;
- Limpeza do corpo de injeção;
A motoca saiu como peguei da cc, redondinha.

14/10/2014 - 53.179 kms: Troca do pneu Traseiro  - Outro Levorin Duna e substituição da pastilha traseira agora a instalada é da cobreq!!!

>>> TROCA DE TRANSMISSAO AGORA É RIFFEL!!! - 63618 kms
a Vaz durou quase 16 mil kms!!! usando graxa branca e oleo para lubrificar, isso é pra quem fala mal dos produtos da vaz, claro que não vai durar os 34 mil de um kit original mas pra mim ele se pagou!

>>> 66436 - Troca dos dois Pneus, novamente os Bons e baratos Levorin Duna!!

08/05/2015 - 71600 kms: A tenerezinha veio da superrevisão que faço 02 vezes ao ano.
Essa foi caprichada!!!
- Troca Oleo das bengalas; (1ª troca)
- Troca Fluido de freio dos reservatorios e sistema Dianteiro e traseiro; (1ª troca)
- Reposição da sanfona das bengalas, as originais rasgaram com 50 mil kms;
-Lubrificação Geral, limpeza corpo de injeção e regulagem das valvulas!!!


Estado atual da motoca:

Descascamento da pintura do cubo dianteiro


Há descascamento da tinta do acelarador e da base dos retrovisores (começou com uns 40 mil kms)



 O Disco de Freio Traseiro já chegou ao limite da sua vida util, já comprei um novo falta instalar! tá comendo uma pastilha que é uma beleza devido as irregularidades do disco, afffsssss


Pra mim o pior problema até agora: o sensor da embreagem não funciona, se a moto morrer ou eu for ligar só liga se a moto não tiver engatada!!! Só liga no NEUTRAL!!!


Como puderam ver, troquei os aros originais de ferro, por um par de aros de aluminio da Riffel dourados sairam baratos 209 dilmas rssss e mais os dois jogos de raios inox pra levantar a moral da zoiudinha :)


17/07/2015>>>>>>>>>>>78642 kms

Há exatos 2 mil kms atras resolvi trocar de Oleo, estava usando o Ax7 da Shell, que era 10W, estou usando o Lubrax 20w50 e trocando oleo a cada 3 mil, quando usava o semissintetico trocava con 5 mil, devido a idade da motoca vou efetuar as trocas com mais frequencia!!!
Disco de Freio Traseiro Trocado e junto foi uma pastilha Fischer zero bala!
Acontecimento relevante foi um tombamento da moto ocorrido, quando fui almoçar e deixei a mesma no sol de 1h, creio que devido ao calor do horario e má qualidade do  pavimento fez com que a base do pezinho adentrasse no asfalto e a mesma tombou, quando retornei a moto estava no chão!!! Resultados: Manete esquerda levemente entortada; comandos desalinhados com o guidão (arrumei na hora com uma chave estrela); sorte que não quebrou nenhum retorvisor, porem 03 parafusos da bolha estouraram e a mesma ficou fixa apenas por um parafuso plastico, retirei a bolha e estou andando sem até arrumar os outros 03 parafusos. no mais nenhum prejuizo graças a Deus.

10/08/2015 >>>>>>>>>>> Com 80.000 kms foi trocada a corrente do Kit Riffel feita as contas durou 15 mil kms!!! Ou seja sob os mesmos regimes de utilização teve a mesma durabilidade do KIT VAZ porém foi bem mais cara!!!

No momento estou utilizando uma corrente DID usada na coroa do kit riffel! que já mostra sinais de fadiga.

10/08/2015>>>>>>>>>>> 80872 Kms: Troca do Pneu Traseiro! Time que tá ganhando não se mexe! Levorin Duna novamente. Duram na média 15 mil kms, o ultimo durou 14436 kms ainda rodava porém, estava com um prego na borracha e não quis arriscar.

19/08/15 >>>>>>>>>>> 81870 kms: Troca de Pastilhas D e T e Troca do Rolamento da Roda Traseira e troca Oléo Lubrax.
____________________________________________________________________________
01/03/2016 - Chegou o grande dia!!! 100.000 kms!!! com 03 anos de uso ela bateu os cem mil rodados!!!
_____________________________________________________________________________

02/03/2016 .>>>>>>>>>>>100.162 kms: Troca dos Rolamentos do cubo Traseiro, coloquei 02 de qualidade intermediária já que nem nas CC se acha originais. só peguei as medidas e comprei a R$ 25 os dois, se fosse na CC esse seria o preço de um somente!
SITUAÇÃO DA TENERE CENTENÁRIA: tá necessitando de uma revisão para lubrificação geral e regulagem das valvulas, sinto que estão ficando presas (carbonização), O problema do NEUTRAL foi resolvido na ultima revisão, o mecanico mexeu e retirou o sensor, tá normal.as manetes não são mais as originais troquei pois as originais estavam empenadas de quedas; Troquei o elemento do Filtro de Ar, o antigo já deu o que tinha que dar.Estou trocando oleo a cada 1500/2000 kms usando o Lubrax Indic 10w30. Filtro de óleo somente O Vedamotors ou Original!


17/03/2016 >>>>>>>>>>>>>>>>>>>> 102.000 kms: a Tezinha resolve "aprontar" comigo rsssss abastecendo num posto Ipiranga e quando belisco o Start o painel apaga e a luz da injeçao acende e apaga, a partida se arrasta e a moto não pega. segunda tentativa...desligo a chave e ligo de novo, mesma coisa porém o motor de partida fica acionado diretão!!! foram momentos de tensão, viro a chave, aciono o corta corrente e nada, o motor de partida continua querendo dar partida na moto e já me preparei pro pior...a bateria vai arriar.
Bateria arriada, 6 da tarde, numa tarde chuvosa eu com bota e capa de chuva tento dar tranco na motoca, uma, duas, tres tentativas e nada já cansado encosto a moto no estacionamento do posto e já sob aqueles malditos olhares curiosos (curiosos mesmo que ajuda - NADA). peguei o celular e liguei pro Diogo amigo das antigas, que acionou mecanico e se prontificou a me ajudar, na possibilidade do mecanico não resolver precisaria remover acionei o Amigo Pastana que tem carretinha.
depois de uma hora mais ou menos chega o Diogo e o mecanico, trouxeram uma bateria reserva e um relé. e BINGO! o relé havia e ainda estava colado! peça substituída, e Moto normal!!!
Liçoes:
- A Tezinha já vinha dando sinais que algo não estava bem, ia mandar olhar essa parte eletrica na Px revisão que faria em Abril,(sempre há o aviso antes de algo pifar)
- Mais vale um bom amigo que dinheiro no Bolso!

30/03/2016 >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>103.169 kms: troca da lampada da lanterna Traseira

22/04/2016>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>105733 kms: Troca da bateria ainda Original (durou mais de 03 anos) por uma Bosch, eu mesmo fiz a ativação da bateria, rolou uma duvida se tinha que botar pra dar uma carga lenta,mas fiz algumas ligações e só coloquei no lugar e até agora tudo bem.

23/04/2016 >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>105.733 kms: Resolvi experimentar um pneu novo (Novidade é sempre novidade) sempre gostei dos levorin duna, só que conheci o IRA Bunker que tem desenho muito parecido com o Pirelli Duratraction e segundo algumas especificações como capacidade de carga e velocidade ele é superior aos outros, Tasquei um par e estou com eles até agora , rodados 5 mil kms vejo que ainda tem muita borracha, espero que dure pelo menos uns 12 mil kms. com relação ao dia a dia não senti nenhuma diferença dele pro levorin Duna, nas curvas mesmo grip, freia bem não arrasta etc... Mas ele é bom mesmo no Off Road, pego as estradas rurais e a aderencia é boa até agora nenhum susto os sulcos são bem largos favorecendo a auto-limpeza.

18/06/2016>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>110.713 Kms: A tézinha agora já é uma Senhora de Respeito sempre fiel ao beliscar do Start, exceto no caso do relé que hoje analiso mais como uma falha da bateria que já estava indo embora e ocasionando falha em outros componentes.
Dessa Feita a TENERE VAI PARA A REVISÃO GERAL, lubrificação, troca disco embreagem, deslizador da balança e filtro de ar (elemento), regulagem de valvulas e ah...um presentinho: Um escape DORE completo Ponteira e Curva!!! apareceu uma oportunidade ae aproveitei a Revisão pra trocar e testar o escape esportivo. Na primeira semana como esperado estranhei muito, em algumas vezes achei o barulho demasiado alto, Mas senti a diferença de ser mais notado pelos carros no corredor urbano. Na prática o motor está mais esperto, com o giro subindo rapidamente (troca da embreagem) e mais forte, creio que deve ter ganho uns cv a mais! hahaha.

11/07/2016 >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>112936 Kms: Troca do Kit Transmissão, o anterior era um KMC Gold que durou bem perdi a data que coloquei então estou estimando em 10 a 12 mil kms a duração dele. Procurei nas lojas outro KMC Gold, mas não achei, restando somente a opção de por um kit Y-Teq Original que me custou 318 Temers!!! e tive que por pois estava com uma corrente com 02 emendas de trava e uns 04 roletes quebrados sem falar na escola de samba, dentes da coroa e pinhão muito desgastados, depois fui ver que o pinhão estava sem um dente (rsss).
Problema resolvido....Quase....na Troca do Kit fui em um conhecido e este deu mole, em vez de afrouxar o parafuso da balança e por a corrente sem abrir (ela vem fechada sem emenda) ele pegou uma chave de corrente e abriu a mesma, na hora de fechar já vi que teve dificuldade mas fechou, no final de semana, lavando a moto vou lubrificar a corrente e vejo um pino saliente, fui verificar e foi justo na emenda, o cidadão apenas "emendou" não "rebitou" adequandamente a cabeça dos pinos da emenda dae o motivo do pino estar sacando. Lá vai eu resolver esse abacaxi, problema "resolvido" com uma emenda de trava...esperando um tempo pra levar no meu mecanico de confiança pra ele por uma emenda de rebite de responsa! fica o aprendizado: corrente fechada não se abre!!!







5 comentários:

  1. Olá, bem detalhado teu blog.
    Sugestão de uso. Graxa na corrente use a azul para rolamento (sem grafite) dura muito mais na corrente. Testa aí pra ver.

    Meu blog..
    Motoetrilhas. Blogspot. Com

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou testar, sou testador nato! falavam merda dos kits Vaz, testei mesma durabilidade do kit riffel por 100 reais a menos!

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Olá muito interessante o blog, já salvei no meu favoritos.

    De quanto em quanto tempo você recomenda fazer a regulagem de válvulas na Ténéré. A minha é 2011 está com 26 mil km e sinto um pouco de dificuldade para pegar de manhã. Já troquei vela, filtros e etc e o problema persiste, ela só pega na 2ª tentativa.

    Sabe informar o valor médio da regulagem na CC?

    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse serviço não consegui fazer na CC, fiz em mecanico que tinha a ferramenta calibrador de laminas foi barato, em 2 hs se resolve.

      Excluir

Dúvidas, críticas e/ou sugestões: deixe seu comentário.